Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Do Futebol

Blog de análise ao futebol: sério, irónico, crítico, construtivo, mas também intolerante para quem não tem princípios nem entende que a vida está muito para além dum pontapé numa bola.

Do Futebol

Blog de análise ao futebol: sério, irónico, crítico, construtivo, mas também intolerante para quem não tem princípios nem entende que a vida está muito para além dum pontapé numa bola.

CAMPEONATO NACIONAL 2017 / 2018 - DÉCIMA NONA JORNADA

OS GRANDES

 

img_818x455$2018_01_19_21_10_19_702750.jpg

 

Os apaniguados do Sporting ainda não sabem, mas começaram ontem a perder o campenato, algo tão comum a Jesus, quanto o respirar fora do ambiente vermelho. O facto de ao Porto faltar uma jornada, cuja percepção generalizada é a da derrota nortenha, ajuda o travestir de esperança os leões; efémera convicção? Veremos. É que, para quem já se esqueceu, o Sporting vai visitar o recinto nortenho na oitava jornada da segunda volta. A não vencer fora, nem vale a pena pensar na hipotética vitória sobre o Benfica ao correr o pano do campeonato. Triste consolação será. Campeonato da segunda circular, se me faço entender. O melhor é irmos todos apoiar os canarinhos... onde quer que se celebrem os últimos quarenta e cinco minutos que faltam referentes ao jogo com o Porto.

 

60bfda70c1677f3ebfe7ca28f130b0b1.jpg

 

Jesus pode dizer o que quiser; a equipa, sem a grande forma de Gelson, é um fiasco. Atira "charutos atrás de charutos" para a área à espera do milagre de acertar na cabeça do pinheiro holandês; baralha a fluidez de jogo com a sobreposição táctica de Rúben Ribeiro e Bruno Fernandes (ai, ai os reforços...); falta-lhe a irreverência de Podence e o equilíbrio táctico de Battaglia. E  os sportingistas, carneirinhos dóceis, continuam a orar a Jesus... Bendito seja aquele que mantém a esperança!

 

image.jpg

 

Não esqueçamos que houve um jogo, por acaso disputado em Setúbal, terra de lagartagem. Contra as expectativas, um "velho", de seu nome Edinho, decidiu correr e mostrar à saciedade que Coates não é o que pensam os pobres comentadores e o treinador do Sporting. Foi preciso um outro "idoso", de seu nome Mathieu, vir dar uma mãozinha (um pezinho, mais concretamente) e correr a travar irregularmente o avançado setubalense, quando o vetusto atleta já se socorria da bengala para progredir no campo.

 

marsetu1.jpg

 

O Porto foi feliz, viu ser-lhe oferecido um golo de mão beijada sem nada ter feito para vencer a partida. O Tondela foi sempre a melhor equipa sobre o terreno... Não discutamos: ponhamos Brahimi e Marega no outro lado, e o líder do campeonato teria levado cinco em casa, tal o desconchavo da sua exibição. A celebração ocorrida no final do jogo, à qual se entregaram todos os membros da equipa, mostra bem a importância que este resultado teve para os nortenhos. A partir de agora, estarão, porventura, bem mais preocupados com encarnados do que com leões.

 

benfica-vence-chaves-e-pressiona-lideranca-video-1

 

O Benfica ganhou com inteiro merecimento e, na primeira parte, com demasiada intensidade para os atletas do Chaves.

 

benfica.jpg

 

A preocupação chama-se Krovinovic; a má notícia é que Luisão está de volta.

 

OS JOGADORES

 

transferir.jpg

 

Rui Patrício

Pela segunda vez o guarda-redes sportinguista fez "figura de corpo presente" na tentativa de oposição a uma grande penalidade.

Estamos lindos (em termos de selecção com o  campeonato do mundo à porta): um keeper inseguro e um capitão mizaru, kikazaru e iwazaru. O problema é que o último não percebe que fechar os olhos, tapar os ouvidos e calar a boca, eram bem mais úteis à equipa do que andar a criticar tudo e todos, atitude da qual só se pode esperar um mundial igual aos de 2010 e 2014. Quanto a Patrício, reafirmo o que sempre aqui escrevi: ser o melhor de Portugal não faz dele um grande guarda-redes.

 

Coent2.JPGCoent4.JPG

 

Fábio Coentrão

Levou um cartão amarelo inteiramente merecido por pontapear a bola que não devia. Agarrou o árbitro pelo braço e mandou-o pr'ó car.... No final rebentou com a cobertura do espaço dedicado aos suplentes:

Não sou uma máquina, terá dito... Pois não: és simplesmente um novo-rico iletrado. Porque julgas que foste corrido do Real Madrid?

 

claudio_ramos.jpg

 

Cláudio Ramos

Há dias critiquei a falta de qualidade dos guarda-redes do nosso campeonato. Ainda que este fosse o jogo ideal para o dono da baliza dum clube pequeno, Cláudio Ramos fez extraordinária exibição contra o Porto. Não o vejo muitas vezes por ano, mas vou estar atento.

 

907840434.jpg

 

Rúben Dias

Mal se dá por ele; não faz cortes "sensacionais", não está conotado com as "fífias" defensivas. Começa a parecer-se com Garay.

 

 

OS TREINADORES

 

cache_640x380_Crop_high_23560962_360593328_1901201

 

Jorge Jesus (sobre a decisão do VAR no lance do penalty)

A decisão parece-me acertada, porque não é fora de jogo, é carregado no risco ou dentro. 

A afirmação foi logo corroborada por Bruno Fernandes (quem o terá obrigado a produzi-la?):

O VAR veio para ajudar e não há nada a contestar no lance do penalty.

Estranhei que o treinador não viesse aos gritos discutir frames, tal como o fez no passado. Na verdade, os leões tremem que nem váras verdes, e nem se atrevem a bulir com tal sumidade (o VAR), não se esfume o apoio que até agora tiveram.

 

transferir (1).jpg

 

Sérgio Conceição

É fantástico jogar sobre pressão!

Ai, é?

Estar a perder aos 45 minutos (jogo do Estoril), faz-me azia!

Em que ficamos, Marceneiro?

 

pepa.jpg

 

Pepa

É jovem, curiosamente bem melhor treinador do que foi jogador. O Tondela joga com personalidade, mérito de Pepa. Ganhar é outra história; para isso precisava da qualidade que os seus futebolistas não possuem.

 

 

Luís Castro

Deu uma conferência de imprensa que devia fazer parte do manual de estudo de um candidato a treinador de futebol. Uma lição a todos os níveis.

 

O ESTRANHO CASO DA BANCADA QUE IA RUIR E NÃO RUIU

 

7ee4329ce7cad4bcc3d356f9cf8a417d.jpg

 

O relatório do LNETI veio pôr os pontos nos is: a bancada do António Coimbra da Mota jamais colocou em perigo quem quer que fosse: hoje, no passado, em Marte ou em Júpiter. Lá se foram as convicções portistas de virar na secretaria um resultado que lhes era negativo no campo. Aguardemos, pois, pelos segundos quarenta e cinco minutos da partida que Pinto e Marceneiro já haviam diabolizado e pedido o respectivo exorcismo. Paciência; continuem a mandar postais.

A partir de agora ficamos a saber que basta uns quantos energúmenos, liderados por um qualquer macaco, desatarem aos saltos e correrem para o recinto de jogo, que a partida vai ser automaticamente cancelada. À atenção de Juves e No Names, rapaziada que muito tem a aprender com os Super Qualquer Coisa.

Para mim, pobre mortal com a visão entorpecida por grafittis escritos pelas animálias adeptas deste, daquele e simplesmente do vandalismo, resta-me a interrogação acerca da data referente à segunda-parte do jogo: admitindo que o Estoril não consiga convencer o "Querido mudei a casa" para, em 24 horas, fazer obra, onde se disputará o "prolongamento" da partida? Proponho o estádio das... Antas, Que tal? E, já agora, questiono-me (sou um chato, eu sei): se os regulamentos da Liga obrigam a que a partida fosse reiniciada, no máximo, em quatro semanas, porque o será, de facto, em cinco? Voltámos ao apito dourado?

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub