Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Do Futebol

Blog de análise ao futebol: sério, irónico, crítico, construtivo, mas também intolerante para quem não tem princípios nem entende que a vida está muito para além dum pontapé numa bola.

Do Futebol

Blog de análise ao futebol: sério, irónico, crítico, construtivo, mas também intolerante para quem não tem princípios nem entende que a vida está muito para além dum pontapé numa bola.

CAMPEONATO NACIONAL 2017 / 2018 - VIGÉSIMA QUARTA JORNADA

Nova jornada tripartida no que se refere aos jogos dos grandes.

Vamos por partes e ordem de entrada em campo.

 

jonas-simbolo-festejos-new.jpg

 

O BENFICA

Esteve à beira do colapso durante a primeira meia-hora. Posteriormente começou a assentar jogo e a mostrar atitude de quem queria mudar as coisas que até ali tão mal lhe haviam saído. Diga-se que tanto alheamento e desconcerto tinha nome: Paços de Ferreira. Os nortenhos apresentaram muitos dos reforços de Janeiro, personagens de um querer, agressividade e garra que permitem admitir-lhes uma interessante performance na fase final do campeonato.

Na segunda parte tudo mudou. Os encarnados fizeram o mais simples, isto é, jogaram futebol ao primeiro toque, com rápidas desmarcações e enorme pressão sobre a área contrária. Remetidos à defesa, os pacenses pouco mais podiam almejar. Cedo começaram a ficar pelo solo ao mínimo encosto. Valeu ao espectáculo o empate benfiquista, e, sobretudo, o 2-1 (obrigado, Jonas), que possibilitou haver jogo até aos 97 minutos.

 

OS JOGADORES

 

img_770x433$2018_02_24_20_21_44_1368933.jpg

 

Pizzi viu-se em palpos de aranha para acompanhar o elevado ritmo de jogo adoptado pela equipa na segunda parte. Não é uma questão de dias; é de características do atleta. Nas condições citadas, mostrou que não consegue acertar um passe que seja. Deveria ter sido substituído ao intervalo.

 

Rafa.jpg

 

Rafa, por seu turno, parecia peixe na água. Bola na linha, corre comigo a ver se me apanhas, e a confiança que advém de saber que é titular até que a "vaca sagrada" volte a estar em condições de jogar.

 

OS TREINADORES

 

BBJxq4r.jpg

 

João Henriques

Aludiu a famoso "fair-play da treta", originário da boca do maior embuste do futebol português. Adiante. O que me chocou, foi o facto de o treinador nortenho estar equivocado, pois foi o seu próprio atleta quem não conseguiu entender o que deve ser "jogo limpo", ao chutar uma bola ao solo à distância de mais de cinquenta metros do local onde o árbitro havia mandado parar o jogo. Quiçá Deus estivesse acordado àquela hora, e, com pozinhos de perlimpimpim, de imediato colocou o esférico no pé esquerdo de Jonas para que a justiça fosse feita.

 

DIVERSOS

 

180223094936-01-bilbao-riot-0222-restricted-exlarg

1203547.jpgimages.jpg

 

1) Antes do encontro entre Athletic Bilbao e Spartak Moscovo, a contar para a Liga Europa, cerca de 150 adeptos da equipa russa envolveram-se em violentos confrontos com os adeptos e polícia local. Desta rixa resultou a morte dum agente, vítima de paragem cardíaca.

Atenção ao caminho para onde supostos intervenientes do futebol estão a arrastar a sociedade. Tragédias como a descrita fazem-nos equacionar o futuro duma modalidade actualmente à mercê de infrenes agitadores e fanáticos.

 

imgS620I215351T20180220170049.jpg23757450_770x433_acf_cropped.jpg

 

2) O Villareal anunciou, em comunicado, que, até que haja uma decisão definitiva do tribunal, o contrato de trabalho e o salário de Rúben Semedo permanecerá suspenso. O atleta foi ouvido na quinta-feira por uma juíza que decretou a prisão preventiva, sem possibilidade de pagamento de fiança, com o fundamento de possibilidade de continuação de atividade criminosa.

Compreendo perfeitamente que os amigos existam para os maus momentos. O que já não entendo é que se dê relevo mediático a mensagens e apoios explícitos -- como é o caso de Gelson --, e se omita que o atleta poderá muito bem ter cometido o conjunto de crimes de que é acusado. E, nalguns deles, em clara reincidência. É que mais parece estar-se a absolver quem deve ser condenado.

Se o crime é público e alvo da maior crítica por parte das pessoas de bem, a amizade -- compreensível -- não  deverá ir para além da esfera privada. Não baralhemos a Estrada da Beira com a beira da estrada.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub