Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Do Futebol

Blog de análise ao futebol: sério, irónico, crítico, construtivo, mas também intolerante para quem não tem princípios nem entende que a vida está muito para além dum pontapé numa bola.

Do Futebol

Blog de análise ao futebol: sério, irónico, crítico, construtivo, mas também intolerante para quem não tem princípios nem entende que a vida está muito para além dum pontapé numa bola.

A TRIGÉSIMA-SEGUNDA JORNADA DO CAMPEONATO

OS GRANDES

 

porto.jpg

 

O F.C.Porto disse, definitivamente, adeus ao título, ainda que continue a querer tapar o sol com a peneira da matemática (ou da álgebra: quem de seis tira cinco...) Repito o que aqui escrevi: a equipa, o treinador, a administração, não têm estofo de campeão. Falharam uma, duas, três, quatro, cinco vezes nas últimas jornadas; todos. Depois queixam-se da arbitragem, como se não fossem protegidos, tal qual aconteceu ontem com a falta -- mais uma -- de Filipe sobre Keita, a justificar amarelo e respectivo pontapé da marca de grande penalidade. 

Ah, é verdade! O Marítimo nem precisou e fazer um jogo por aí além. Bastou explorar a insegurança portista

 

sporting 2.jpg

 

O Sporting demonstrou tantas limitações, que, faltando-lhe a velocidade e rebeldia de Gélson, limita-se, vezes sem conta, a cruzar bolas para a área adversária à espera da cabeçada salvadora de Das Bost. Levou -- em casa, imagine-se -- três do "Belém", uma das piores equipas do campeonato. A equipa está como o treinador: sem ideias.

benfica.jpg

 

O Rio Ave-Benfica foi um belo jogo de futebol, intenso como só a espaços se joga em Portugal. Duas equipas quiseram vencer; foi premiada a que teve a estrelinha da sorte e os jogadores de maior classe. O campeão foi competente, era isso o que se lhe pedia. O tetra está ao virar da esquina

 

OS JOGADORES

 

adrien.jpg

Adrien

O Sporting sofreu três golos de bola parada. Os segundo e terceiro resultaram de livres a castigar sucessivas faltas do capitão sportinguista no meio-campo. 

 

 

 

camára.jpg

Camará

Chateado com tanta ingratidão dos adeptos (?), o capitão -- agora despromovido -- anunciou que se vai embora. Assumiu com coragem a marcação da grande penalidade e converteu-a com um remate indefensável. Mostrou carácter.

 

jonas.jpg

Jonas

Para além do jogador que é, representa também a alma encarnada. Impagável.

 

 

 

 

 

 

krovinovic.jpg

Krovinovic

Se o Rio-Ave vale pelo todo, o jovem croata possui a classe individual que os colegas não atingem. Jogador a seguir.

 

 

 

 

 

OS TREINADORES

 

image.jpg

 

Jorge Jesus

Lá bem no fundo, está a fazer força para que o Benfica ganhe o campeonato. É que depois de tanta fanfarronice sem sentido, só Pinto da Costa o poderá salvar de ir amandar caralh.... para a Ásia. 

O "cérabro embaralha-se" todo. Vamos às tiradas de ontem:

1) "...todos os golos sofridos aconteceram de bola parada, momentos que, por vezes, não é possível controlar..."

Não? Ora bolas, lá se vai o estatuto de mestre da táctica;

2) "Ofensivamente, na segunda parte, estivemos bem, fizemos o golo, e fomos sempre melhores que o Belenenses"

Não foi o Ventura que deu um tremendo "frango"?

3) Anteontem:

Tática e estrategicamente muda alguma coisa, porque os jogadores são diferentes, mas o sistema não. É o sistema que temos vindo a trabalhar e por entrarem dois jogadores diferentes não quer dizer que tenha de mudar"

Ontem:

"As alterações (...) não melhoraram a equipa (...) tive de ir buscar segundas opções, notou-se alguma falta de conhecimento em termos de bolas paradas"

-- Quem fez as alterações?

-- Castagnos, Campbell e Geraldes são "jogadores diferentes"? Errado, não passam de "segundas opções".

-- Castagnos, Campbell e Geraldes têm "falta de conhecimento em termos de bolas paradas"? Não têm trabalhado no "sistema"? É que os dois primeiros estão lá desde o princípio da época; o terceiro, há quatro meses. 

 

nuno espírito santo.png

 

Nuno Espírito Santo

Foste!

 

daniel ramos.jpgpedro martins.jpg

luis castro.jpg

 

Daniel Ramos, Pedro Martins, Luís Castro

Como o mundo se divide entre poderosos e fracos, também a minha mente se tem ocupado dos treinadores dos grandes e dos pequenos, quiçá, sobretudo, a necessidade de apoiar os últimos, de os incentivar a quebrar barreiras, coisa que fiz com Nuno Manta e Ricardo Soares. É tempo de corrigir tamanho despautério: Daniel Ramos, Pedro Martins e Luís Castro têm feito trabalho meritório, e merecem o destaque que aqui deixo.

 

transferir.jpg

 

Domingos

Teve ontem o seu momento de glória. Merece-o pela sua forma de estar no futebol. Ontem deu um banho de táctica em Jorge Jesus. Vamos desejar a Domingos a sorte que não teve noutras ocasiões, a que lhe faltou ali mesmo, em Alvalade, quando, amargurado, disse: "Até médicos dão palpites sobre a equipa". Barroso, na ocasião, sacudiu a água do capote.

 

OS DIRIGENTES

 

pinto da costa.jpg

 

Pinto da Costa

Anda a protelar o afastamento do cargo que há 35 anos desempenha. Percebe-se que espreite a oportunidade para sair pela porta grande, porém, são tantos os disparates de gestão cometidos na ultima meia-dúzia de anos, que só o incompetente Jorge Jesus lhe permitiria a dobradinha de Vitor Pereira, quando o filão de "90" se mostrava esgotado. Há quatro anos que nada ganha; esvai-se o tempo de Pinto da Costa. Não soube sair na ocasião correcta. Como ninguém é eterno, o presidente portista vai ser recordado como um pesadelo. No Coliseu se passeou; da Rocha Tarpeia acabará lançado. Ingratidão dos tempos ou más opções pessoais?

 

img_797x4482017_01_16_12_38_49_202916.jpg

 

Bruno de Carvalho

Após o desastre matinal, veio fazer voz grossa, ameaçar que as coisas vão mudar, que está farto.

Abafas lançadas ao vento para com papas e bolos enganar os tolos. Como pode mudar o que quer que seja no clube, se Bruno é o problema do Sporting?

 

ASPECTOS TÉCNICOS

 

video_00-720x480.jpg

 

Não desejes muito uma coisa, pois ela pode-te acontecer, é ditado sage. O tão ambicionado vídeo-árbitro vai entrar em vigor na próxima época. Subitamente, os treinadores começaram a multiplicar os alertas para as limitações da "coisa". É que a expectativa de clubes e adeptos é uma e só uma: os penaltis vão ser todos a nosso favor; os jogadores adversários estarão sempre fora-de-jogo; o nosso atleta teve um gesto pio com os pitons da bota.

Não vai ser assim? Ai não? Então acabe-se já com a roubalheira do vídeo-árbitro.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub