Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Do Futebol

Blog de análise ao futebol: sério, irónico, crítico, construtivo, mas também intolerante para quem não tem princípios nem entende que a vida está muito para além dum pontapé numa bola.

Do Futebol

Blog de análise ao futebol: sério, irónico, crítico, construtivo, mas também intolerante para quem não tem princípios nem entende que a vida está muito para além dum pontapé numa bola.

A TRIGÉSIMA-PRIMEIRA JORNADA DO CAMPEONTO

OS GRANDES

 

benfest.jpg

 

O Benfica viu-se e desejou-se para levar de vencida um Estoril Praia muito diferente do de antanho, restando, porém, a dúvida se Fabiano Soares, com tempo e estabilidade, não faria o que Pedro Emanuel parece agora encetar. 

Os encarnados ficaram muito aquém do que podem e devem fazer, e, tal como na recta final do campeonato do ano passado, arrastam a ambição pelo campo, crentes que a extraordinária solidariedade que a equipa irradia vai chegar para tudo. A ver vamos.

 

comemoracao_golo_vs_chaves_290417.jpeg

 

 

O Porto ganharia sem mácula, não fosse Maxi Pereira aproveitar-se da complacência do árbitro na parte inicial do encontro, o que lhe permitiu ter chegado aos minutos finais, e fazer entrada incompreensível sobre um colega de profissão. O Chaves está muito longe da equipa que há dois, três meses inspirava receios a quem passasse para lá do Marão. É que ali, parece, já não mandam os que lá estão!

 

transferir.jpg

 

O Sporting ganhou em Braga. Reagiu ao golo inicial do adversário; empatou graças à conversão dum dos dois penaltis que teve a favor; adiantou-se no marcador; superou um erro à Rúben Semedo de Paulo Oliveira; e voltou a marcar. Três golos de Bas Dost que, se dizem da capacidade finalizadora do holandês, também muito esclarecem da confrangedora exibição minhota. Uma defesa que não marca; um meio-campo sem agressividade nem esclarecimento; um ataque perigoso; eis o Braga que Abel herdou. O último comentário vai para a equipa de arbitragem: ao nível do futebol praticado pelo Braga.

 

OS PEQUENOS

 

image.jpg1024.jpg

 

Tondela perdeu, e Moreirense empatou. Vão continuar a saga pela fuga à despromoção, muito provavelmente até à última jornada.

 

OS JOGADORES

 

img_370x217$2017_04_30_00_41_03_1257909.jpg

Jonas

É o único jogador de classe mundial a actuar em Portugal; pena que já tenha 33 anos. Faz a diferença, tal como Hulk, por exemplo, o fez quando pelo Porto passou. Ontem, naquelas cicunstâncias, só ele seria capaz de marcar um golo daqueles.

 

529083474.jpg

Gelson

Voltou a fazer um jogo de grande qualidade. Está a começar a desaparecer do jogo cada vez mais cedo, à medida que o ponteiro se aproxima do final do tempo regulamentar. É natural, posta a sobrecarga de jogos que acumula.

 

Xadas.jpg

Xadas

Tem pouco tempo de jogo na divisão principal, mas um curriculum interessante pelo Braga B. O jovem entrou desinibido, talvez até demais, contudo, deixou no ar a ideia de que poderia trazer alguns amargos de boca ao Sporting se tivesse sido chamado mais cedo. 

 

 

 

 

 

 

img_770x433$2016_07_17_13_30_27_1130868.jpg

Podence

Possui características muito particulares. É mesmo aquele o lugar em que mais rende?

 

 

 

 

 

OS TREINADORES

 

img_605x340$2017_04_29_21_28_22_1257836.jpg

 

Rui Vitória

Sendo certo que quem treina (à porta fechada) os jogadores é quem os conhece melhor, não é menos correcto afirmar-se que o que vale é o que uma equipa e os seus respectvos jogadores produzem em jogo ( à vista de todos).  O treinador das águias tem ao seu dispor cinco alas. Muito tem alterado a sua opção ao longo da época. Para quem está de fora e só assiste aos jogos, parece óbvio que Sálvio é o titular mais do que discutível; Cervi um bom suplente, sobretudo quando toca a ajudar a defesa; Zivkovic o que melhor qualidade de passe possui; Rafa o mais desequilibrador; Carrilho o esbanjador de oportunidades. Era bom que Vitória nos explicasse a todos porque não são titulares Zivkovic e Rafa.

Nota: São proibidas explicações do tipo "opção técnica".  

 

SalvadorSCBSCP.jpg

 

Abel Ferreira

Dentre os fatores que controlamos estivemos bem: organização, gestão de jogo, capacidade de sacrifício.

Compreende-se o objectivo da mensagem; todavia, inverdadeira.

 

ASPECTOS TÉCNICOS (1)

 

futebol-26-728.jpg

 

Tenho dificuldade em entender o papel dos médios defensivos. A confusão é de tal forma, que assistimos à proliferação de jogadores a ocuparem o lugar, com características tão antagónicas como Feijsa, Danilo, Rúben Neves, William Carvalho ou Assis. O primeiro tem cultura de posicionamento; o segundo joga bem de cabeça; o terceiro qualidade de passe; o quarto serenidade no jogo de pés; o último agressividade. E todos são limitados, pois são mais as características em falta do que as latentes.

Se estão lá para permitir a projecção dos dois laterais, porque não jogar à italiana, com três defesas centrais, tal como o faz a Juventus.

 

ASPECTOS TÉCNICOS (2)

 

leis-de-jogo-35-638.jpg

 

Aílton, defesa-esquerdo do Estoril, efectuou, ontem, uma dezena de lançamentos de linha lateral, todos executados com uma só mão. Torceu o tronco, e, qual jogador de basquetebol, apoiava a bola numa mão para a lançar a distância com a outra, como o fazia Marco Caneira no seu tempo. O árbitro consentiu.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub