Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Do Futebol

Blog de análise ao futebol: sério, irónico, crítico, construtivo, mas também intolerante para quem não tem princípios nem entende que a vida está muito para além dum pontapé numa bola.

Do Futebol

Blog de análise ao futebol: sério, irónico, crítico, construtivo, mas também intolerante para quem não tem princípios nem entende que a vida está muito para além dum pontapé numa bola.

A TRIGÉSIMA JORNADA DO CAMPEONATO

OS GRANDES

 

1024.jpg

 

Sporting e Benfica empataram. O jogo foi disputado, algumas vezes com qualidade, outras nem tanto, já que foram muitos os passes extraviados, sobretudo na primeira parte. O preverso da partida passou por vermos um Sporting a tentar jogar cínico por se encontrar a ganhar desde muito cedo, e o Benfica a assumir o jogo, algo que não está no ADN da equipa, sobretudo quando fora de casa. Posto existir uma diferença real entre oportunidade de golo e de remate, fica para a história que Dost falhou a única grande possibiidade que se presenciou em todo o jogo, o que não abona nada em favor do avançado, como é óbvio. No cômputo final, o Benfica foi superior, dominou o jogo, sem querer dizer que o controlou, pois tal não existe em futebol, e esteve sempre mais perto da vitória, arbitragem à parte.

 

FC-Porto-5-600x400.jpg

 

O Porto voltou a mostrar falta de estofo para ser campeão. O treinador equivoca-se; a equipa falha nos momentos capitais. Ficamos sem saber a quem cabem as maiores culpas. Contudo, seria imperdoável não conceder ao Feirense o mérito do ocorrido ontem no Dragão. Nenhum dos grandes se lhe iguala em intensidade do futebol jogado ou na pressão sobre os adversários.  E tudo isto executado por banalíssimos, porém bem liderados, jogadores. A excepção é Etebo, de quem já falei em post anterior, futebolista de elevado potencial.

 

OS ASSIM-ASSIM

 

1024.jpgthumbnail_1492973386.jpg

 

O Guimarães distanciou-se do Braga, muito provavelmente de forma irrecuperável para os arcebispos. 

 

OS PEQUENOS

 

1024-3.jpg1024.jpg

 

O Estoril ganhou, apanhou o Arouca, e poderá ter certificado a presença na primeira-divisão, ainda que sujeito ao que o Tondela, sobretudo este, vier a fazer nas jornadas que faltam. O Nacional averbou derrotas consecutivas com os dois parceiros de infortúnio, e parece-me definitivamente relegado para o escalão abaixo. Vamos aguardar para ver o que o Moreirense fará no jogo contra o Chaves.

 

AS CONSEQUÊNCIAS DA JORNADA

É de crer que o Benfica tenha o pássaro na mão, e que dificilmente o deixará voar. Não sendo o seu futebol assombroso, é a melhor e mais consistente equipa do campeonato português. Se conquistar o tetra, ninguém  poderá pôr em causa a justeza do título. 

 

OS JOGADORES

 

tarantini.jpg

Tarantini

Completou, na sexta-feira, 300 jogos com a camisola do Rio Ave. Marcou o terceiro golo numa jogada que lhe é comum, isto é, aparecendo de trás, desmarcado, dentro da área. Sentiu-se-lhe na  face a alegria, logo partilhada pela equipa técnica e companheiros. Saíria cerca dos oitenta minutos, para a ovação mais do que merecida.

Não sei se alguma vez teve oportunidades de sair para mais altos voos, contudo, lembro-me dum enorme número de jogadores que chegaram aos "grandes", cujo valor era claramente inferior ao deste médio vilacondense. Está a terminar a carreira. Deixar-nos-á saudades pela inteligência (pudera... possui um curso superior) e finura do seu jogo.

 

image.jpg

Ederson

O guarda-redes benfiquista tremeu num jogo em que nada o fazia esperar. Ficou afectado com o lance do golo, e passou o resto do jogo a colocar bolas fora. Pediu desculpas no final. Ninguém, em seu perfeito juízo, lhas pediria... é que são tão importante as grandes defesas, quanto os erros, sobretudo quando se aprende com eles. Se nada de errado lhes acontecer na carreira, Ederson, a par de Oblak  e Courtois, farão parte do limitado grupo dos melhores guarda-redes do mundo no futuro próximo.

 

img_770x433$2017_04_20_21_47_38_1253973.jpg

Rúben Alves
O avançado do Braga B, tenros 22 anos, foi castigado com uma partida de suspensão por ter sido expulso com vermelho direto, aos 85 minutos, e suspenso por mais três jogos por ameaçar o árbitro Bruno Vieira. «Lá fora parto-te todo, filho da p…», disse.
Ou este jovem apende a estar no futebol ou nem na sociedade poderá reclamar um lugar.
 

brahimi10.jpg

Brahimi
«Sempre fui muito correto com os árbitros. Não percebi o que se passou... Ele mostrou-me o vermelho e pronto… Agora há que ter paciência".
Crês, tu, que ninguém viu a cabeçada no adversário? E quanto às injúrias ao quarto árbitro passadas em directo na televisão? É que nem após o aviso de que te estavas a exceder, entendeste ser motivo para parar.
Achas que somos todos parvos, Brahimi?
 

vana-alves-feirense-porto-primeira-liga-2016-2017-

Vaná Alves
O guarda-redes do Feirense foi o melhor em campo no jogo contra o Porto. Curiosamente, a par da elasticidade e rapidez de reflexos, demonstrou enormes debilidades técnicas na arte de defender, provavelmente produto da falta de escola.
 

img_770x433$2017_04_23_02_03_49_1255062.jpg

Victor Lindelof

Apesar do "iluminado" ter afirmado que nada o surpreenderia no Benfica, a verdade é que Lindelof nos espantou a todos com a qualidade da execução daquele livre. Estranhei que se tivesse aproximado de Grimaldo numa outra ocasião, ao findar da primeira parte. À segunda, foi de vez: Patrício ajoelhou, perplexo.
 
 

OS TREINADORES

 

d779e52a514d941446d67aedf0a43176_N.jpg

 

Nuno Espírito Santo

"A culpa é da arbitragem", disse.

O Cónego continua a prometer os "amanhãs em que o Sol brilhará para todos nós". Quanto tempo vai demorar a perceber que, muito provavelmente, só se sentará na cadeira de sonho por mais quatro jornadas? 

 

transferir.jpg

 

Jorge Jesus

O homem baralha-se todo na análise que faz dos jogos: quando domina e não ganha é porque o adversário fez anti-jogo ou não saiu da sua defesa; quando é dominado, é porque isso não tem importância alguma, e o que vale são as oportunidades que só ele viu... e os penaltis que, desta feita, não viu. No final, a conclusão é óbvia: ele é o maior, e, sem si, o Sol andaria à volta da Terra. 

Quando é que Bruno Carvalho toma juízo, e manda esta peça para um qualquer Felgueiras?... Peço desculpa: é que parece que o Barcelona está à procura de treinador...

 

transferir (1).jpg

 

Rui Vitória

Como é seu hábito, esteve bem na conferência pós-jogo. Viu o que todos vimos, e até foi elegante ao não assacar culpas pelo empate a quem as merecia. Confesso que sou mais fan do homem do que do treinador, o que não quer dizer que não lhe deseje toda a sorte do mundo na sua vida profissional.
Ao contrário do que se insinuou e quis deduzir das palavras que a seu tempo entendeu produzir, não cumprimentou o treinador opositor, salientando mesmo a diferença de urbanidade, quando comparado com o relacionamento que tem com Nuno Espírito Santo: "Cumprimentar uma pessoa não é uma questão de circustâncias, é uma questão de valores».
 
Fez bem: princípios são princípios, e um imbecil não passa dum imbele.
 
 
A ARBITRAGEM
 

unnamed.jpg

 
Artur Soares Dias
Gostaria de não voltar a abrir este tipo de janela. Ainda assim, vou ser suave na crítica: um bom árbitro numa noite particularmente infeliz. Acontece aos melhores.
 
 

OS DIRIGENTES

 

unnamed (4).jpg

 

Luís Gonçalves

O diretor geral da SAD do FC Porto foi suspenso por 30 dias e multado em 1913 euros por "injurias e ofensas à reputação da equipa de arbitragem", após o encontro com o SC Braga, no último sábado. No túnel de acesso aos balneários dirigiu-se ao 4.º árbitro exaltado e a gritar: "Nós sabíamos o que vinhas aqui fazer. Vamos conversar mais tarde; a tua carreira vai ser curta`", lê-se no mapa de castigos divulgado na passada terça-feira pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.
 

unnamed (5).jpg

 
Também Rui Lowden, team manager dos dragões, foi suspenso por dois dias e multado em 383 euros por "atitude incorreta para com a equipa de arbitragem". "Aquando do conflito junto do banco de suplentes do FC Porto, dirigiu-se para o árbitro com intuitos agressivos, não tendo chegado mais próximo, por ter sido agarrado por outros elementos do banco".

Duas "prendas" oferecidas ao futebol português, ambas made in Futebol Clube do Porto. 
 

unnamed (3).jpgunnamed (1).jpg

 
Luís Filipe Vieira e Bruno de Carvalho
Envolveram-se numa quezília que versava uma carta, um e-mail mendigado, um convite envenenado, uma comparação com Vale e Azevedo, pó, um assassinato e uma acusação de cobardia. Pinto da Costa veio a correr deitar achas para a fogueira.
  
 
COMENTADORES
 

unnamed (6).jpg

 
Confesso que já me cansa falar de Manuel Fernandes. A semana passada começou com a pérola acerca da condição física de Jonas, e acabou a diagnosticar o Benfica como "equipa pequena e defensiva". Tiros no pé.
O homem possui um Q.I. anormalmente baixo (João Alves vê-se obrigado, sucessivas vezes, a questionar: -- Percebeste, Manel?) e empenha-se estupidamente em destruir a imagem da carreira que, certamente com sacrifício, lhe terá custado a erguer.
 
Por que no te callas?
 
 
COMUNICAÇÃO CLUBÍSTICA
 

unnamed (2).jpg

 
A revista Dragões Diário online veio, bem asinha, logo após mais um empate embaraçante do F.C. do Porto, atribuir a suposta e por si assim definida, falta de verdade do campeonato à "Liga Salazar". Mau perder possuem. Não sei se alguém dentre a redacção do pasquim viveu os tempos do campónio-ditador de má memória para Portugal. Certamente, não!, pois, se assim fosse, saberia ou recordaria a inauguração, por singular coincidência, a 28 de Maio (Gomes da Costa e o início da ditadura dir-vos-ão algo?) de 1952, do Estádio das Antas, ante Craveiro Lopes, com Salazar como Presidente do Conselho. E já agora, sabem quem foram Urgel Horta, Augusto Pires de Lima ou Ângelo César? Por contrapartida, saberão quem foram Félix Bermudes, Júlio Ribeiro da Costa ou Manuel da Conceição Afonso? E em que grande clube se votou sempre com inteira liberdade para eleição dos órgãos sociais durante o tempo do fascismo?
Os exemplos acima não abrangem todo o universo portista ou benfiquista, que constituído por muitas e diversas gentes foi, e, nem todas, recomendáveis. É só para lembrar que não se deve brincar com coisas sérias.

A VIGÉSIMA-NONA JORNADA DO CAMPEONATO

OS GRANDES

 

img_841x470$2017_04_14_21_52_45_1251592.jpg1024.jpg

 

Benfica e Sporting despacharam adversários mais ou menos acomodados na tabela classificativa, opositores ideais, sobretudo para o líder, que não quer perder pontos na recta final da prova. A salientar o facto de, em ambos os casos, os treinadores terem feito alinhar jogadores à beira da exclusão disciplinar: fair-play? Falta de substituto à altura? Surpresa delineada para a próxima jornada?

 

image.jpg

 

Braga e Porto diputaram um jogo duro, com muitas faltas, algumas para além da natural agressividade, e com um árbiro em palpos de aranha para segurar jogadores e dirigentes. O Dragão acordou tarde. Esteve encostado às cordas, levantou-se no momento em que corrigiu o já usual erro de jogar sem ala direita, e quando buscava incessantemente o golo da vitória, viu o treinador retirar do campo o seu jogador mais desequilibrador. O Braga agradeceu. 

 

OS ASSIM-ASSIM

 

1024 (1).jpg

 

Chaves e Guimarães reeditaram partidas recentes, e, apesar do bom futebol dos flavienses, de novo com vantagem vimaranense. Mas lá que a cambalhota esteve por pouco...

 

OS PEQUENOS

 

1024 (2).jpgimg_270x159$2017_04_15_16_47_43_1251900.jpg

1024 (3).jpg

 

Estoril, Arouca e Tondela venceram, e o sobressalto instala-se na luta pela manutenção. O Nacional-Moreirense de amanhã trará, certamente, mais achas para a fogueira

 

OS JOGADORES

 

1100.jpg

Bruno César

Terá sido, provavelmente o melhor jogador em campo no jogo disputado em Setúbal. Ainda assim, não se consegue desvincular dum futebol manhoso (ao jeito de Jesus, bem sei) . O homem atira-se para o chão; rebola agarrado à cara, à cabeça, à perna; faz faltas feias e, no final, cresce para os adversários e árbitro, como se de pobre vítima se tratasse. Não podes jogar simplesmente a bola?

 

24984013397a6bccac29708ff6e7a85e.jpg

Rafa

Começa a justificar os milhões que custou. Os benfiquistas esperam tudo dele em Alvalade. Há, porém, que trabalhar a finalização. Rafa tem de valer uma dúzia de golos por campeonato.

 

transferir.jpg

Pedro Santos

O capitão bracarense foi ontem tocado pela angústia. Só acontece a quem assume a responsabilidade por marcar um penalty. A tristeza era evidente, mesmo quando, no final do jogo, tentava exorcizar o sucedido ante as câmaras de televisão.

 

 

OS TREINADORES

 

braga porto6.png

 

Nuno Espírito Santo

Voltou a estar mal. As palavras flautadas, o ar de cónego na hora do culto, vão fazendo milagres. Até ver. Como acontece a quem assume um discurso supostamente definitivo, ontem passou das "vitórias em todos os jogos" ao "ainda não acabou". Veremos se a partir de Alvalade anunciará, peito feito, que "chegámos ao lugar que queríamos", ou se correrá a escudar-se no "enquanto for matematicamente possível".

Ontem teve mais dois lapsos técnicos, e em ambos é reincidente:

»» André Silva é um ponta-delança puro, tal como Soares. Nos jogos contra adversários de maior valor, fica claro que não cabem os dois na equipa. A toleima pela presença simultânea de ambos, poderá custar o campeonato ao Porto. Até porque tal opção leva a ter de deixar Corona no banco, e, para dar largura  atacante ao seu futebol, pretende fazer de Maxi aquilo que ele não é: extremo-direito.

»» "As nossas decisões são sempre muito ponderadas", assim classificou o treinador a saída de Brahimi. Como quase todos os seus colegas de profissão, Nuno escuda-se numa suposta capa majestática de competência para não admitir que errou na inqualificável substituição do argelino. Ao fazê-lo, dá azo a todo o tipo de especulações. É assim tão difícil explicar o futebol?

 

braga porto 7.png

 

Jorge Simão

Esteve correcto em aludir a alguma falta de sorte; habilidoso quanto à série de resultados do Braga sem derrota; provocador quando dividiu o grupo, nomeando um conjunto de jogadores para mandar mensagens a outrém.

 

O DERBI DAS TENTAÇÕES

dd2fc9e17cfd36b2f9a1d0a25d14b099_N.jpg

 

Rui VItória

O resultado do Porto em Braga abriu ao Benfica a gestão do empate, algo que, anteriormente, lhe estava vedado. A semana das tentações de Rui Vitória será feita com um sonho: pôr André Almeida no onze titular em detrimento de Jonas, Sálvio ou Rafa.

 

img_403x266$2017_04_15_14_44_10_618477.jpg

 

Jorge Jesus

Tem de ganhar, ponto final. Levantam-se-lhe várias tentações na lateral-esquerda: dar o braço a torcer e colocar Jefferson; fingir que apoia a formação e lançar Esgaio, a quem poderá mais tarde culpabilizar se a coisa der para o torto; avançar com Bruno César que não sabe defender. Como o seu perfil é o de arriscar em frente ao abismo, parece-me não ser descabida de todo incluir a opção de Paulo Oliveira na direita e Schelloto na esquerda.

Adrien é outro caso de difícil discernimento. Apresentou-se completamente fora de forma em Setúbal. Sem capacidade física, o futebol feito de transporte da bola do capitão sportinguista não resulta. A ser titular, poderá o Sporting começar a perder por aí a batalha do meio-campo.

E se Podence aparecer no lado esquerdo do ataque, ao lado de Dost e Gelson?

A VIGÉSIMA-OITAVA JORNADA DO CAMPEONATO

OS GRANDES

 

porto.jpg

 

O Porto e o Sporting ganharam sem oposição que se visse, parecendo que as camisolas só por si bastaram para amedrontar adversários que pouco jogam e muito se postam à mercê da evolução dos resultados.

 

sportin.jpg

 

Saliente-se, no caso do Sporting, as ofertas dadas pelos jogadores boavisteiros, e os três golos "de encostar" marcados por Bas Dost, a fazer recordar Fernando Gomes. As arbitragens pareceram-me caseiras em ambos os jogos, o que não é novidade por aí além, quando em causa estão os chamados clubes grandes.

 

befica.jpg

 

Ao Benfica calhou jogar fora, o que oferece sempre maior grau de dificuldade. Jogou mal, jogou pouco o glorioso, porém, ganhou. O ciclo fora/casa ameaça agora o Porto na deslocação a Braga. Os portistas vão com a confiança em alta, coisa bem perigosa quando se joga em campo difícl, sobretudo contra um treinador que tem valor e pretende demonstar algo. Os benfiquistas vão ficar à espera da escorregadela do adversário, sabendo que, na semana seguinte, terão teste de tudo ou nada. 

 

OS ASSIM-ASSIM

 

marafona_etebo_braga_feirense_foto_jose_coelho_lus

 

Feirense e Braga pugnaram pela vitória no jogo mais bem disputado da jornada. Uma tentativa falhada de conversão de uma grande penalidade, ocorrida perto do final do jogo, impediu o resultado mais justo.

 

OS PEQUENOS

 

cadizestoril.jpg

 

Era de esperar. Os aflitos começam a espernear. O Nacional veio ganhar ao Estoril, relançando-se na corrida pela manutenção.

 

transferir.jpg

 

O Tondela perdeu em Guimarães e começa a ver as oportunidades a escassearem. Todavia, faltam seis jornadas para que tudo acabe, estão ainda dezoito pontos em disputa.

 

OS JOGADORES

 

Etebo_04.jpg

Etebo

O jovem nigeriano demonstra capacidades para outros voos. Desenvolto, encontra rapidamente soluções em cada momento do jogo. Parece que o Leicester, entre outros, poderá nele estar interessado. Não é plausível que a sua estada por terras lusas se prolongue para além desta época.

 

 

 

transferir (1).jpg

Edson Farias

O brasileiro teve, no final do jogo, uma das atitudes mais cobardes que observei num jogador de futebol. Envolvimento em picardias, agressões mútuas, vi muitas; aproveitar um abraço do adversário para lhe dar um murro, é imperdoável. Atletas assim não fazem falta ao futebol.

 

transferir (2).jpg

Samaris

Não gostou da evidente falta de fair-play dos jogadores do Moreirense, que, em pleno período de descontos finais, não devolveram uma bola propositadamente deitada fora para prestar assistência a Zivkovic. Se o desatino o levou a cometer falta perigosa, o pior veio depois, quando decidiu tocar a pavana a Diego Ivo. Não pode, não deve fazê-lo. Espera-o um castigo justo.

 

389021_med__20170215095350_federico_cartabia.jpg

Cartabia

O argentino, cuja peugada espanhola se observa em terras da Corunha e Valência, reforço de Inverno, aporta algo à equipa do ponto de vista técnico. Ontem valeu por um golo e uma ingenuidade que lhe podia ter saído cara. 

 

 

 

 

 

 

OS TREINADORES

 

hqdefault.jpg

 

Jorge Jesus

Depois de tanta pavonada do tipo: eu é que sei; eu sou "muita" bom; eu já cá ando há muitos anos; insinuou que "eles estão a trabalhar bem", referindo-se a Benfica e Porto. Como o nível dos jornalistas é medíocre, ninguém o questionou sobre o sentido da frase. O que quereria o "cérabro" dizer?

Valha-nos que as sentenças acerca do jogo com o Boavista não foram tão enigmáticas. Dentre aquelas, recolhi esta pérola:

-- Já há muito tempo que não tinha a alegria de ganhar com nota artística. Não demos hipóteses...

A sério? A jogar contra um paupérrimo Boavista... em casa?

 

img_770x433$2017_04_06_13_59_46_1247682.jpg

 

Jorge Simão

1) Tivemos aqui um jogo mais tranquilo e consistente.

Tivesse o penalty entrado e lá se ia a "tranquilidade".

2) Trabalhei muito para chegar aqui, para construir a minha carreira e não sou de desistir, sou de persistir. Sinto-me com todas as forças para lutar!

Vamos ter "caso". Salvador encontrou adversário para o período pós-eleitoral.

3) Pergunta:

Qual a posição de Simão num balneário donde, a curto prazo, sabe que será corrido, local em que circulam olhos e ouvidos do presidente?

 

abel_ferreira_foto_rr1816f9f2.jpg

 

Abel Ferreira

Tenho-o por homem esclarecido e inteligente (dos poucos que andam pelo futebol), algo que se notou quando, ainda atleta, ao serviço do Sporting, suplente de serviço, era indigitado a comparecer às conferências de imprensa para justificar os (muitos) maus momentos da equipa. Bruno de Carvalho pagou-lhe da forma "elegante" que todos sabemos. 

A pergunta que coloco é a de saber se Abel vai aceitar o "presente" que Salvador lhe estende? Aceito que na vida todos temos de fazer apostas, porém, do Coliseu à rocha Tarpeia vai um pulo. E Abel sabe-o bem.

 

OS DIRIGENTES

 

presidente-816x459.jpg

 

António Salvador

Abel Ferreira será o treinador dos guerreiros em 2017/2018, é a frase que anda colada à campanha do presidente do Braga. A ser verdade, várias questões se pôem:

-- Porque pagou 200 000 euros pela contatatação dum treinador em quem não confia?

-- Porque não teve a perspicácia de esperar pelo resultado de Alvalade, antes de remeter Abel de volta para a equipa B?

-- Porque levantar questão tão delicada nesta altura? Estará a eleição em perigo?

 

img_770x433$2016_09_06_16_34_45_1153422.jpg

 

Nuno Saraiva 

O director de comunicação do Sporting veio, qual virgem ofendida, reclamar acerca do lance perpetrado por Samaris. Não sabia que o clube leonino tivesse agora pretensões a polícia do mundo, e muito menos que os respectivos órgãos de responsabilidade na Liga e na Federação estejam á espera das queixinhas dos bufos dos grandes clubes. 

Duas questões

1) Na sexta-feira o menino Nuno estava com ó-ó e, por tal, não viu o lance de Edson Farias? Ou a cruzada do Sporting tem como único objectivo a Jerusalém das papoilas saltitantes?

2) Na semana passada o Nuninho estava de castigo por não ter comido a sopa, e não viu os pontapés sem bola nos adversários, agressões puras, obras-primas executadas por Alan Ruiz e William Carvalho?

 

COMENTADORES (1)

 

img_771x433$2017_04_06_22_16_45_1247991.jpg

 

Cartilha

Muito se falou na semana pretérita do conjunto de documentos que a empresa de Carlos Janela envia, enquanto prestadora de serviços do Benfica, aos seus comentadores televisivos. Rui Gomes da Silva confirmou-o; outros, não. Por mim, acharia inaceitável que alguém me viesse instruir o que quer que fosse sobre meus pensares. Porém, o assunto não é tão inócuo quanto o que parece. Comentadores há que são meras caixas de ressonância dos respectivos clubes. Atrever-me-ia a referir uma relação directa entre os gritos que dão e a submissão canina: quanto mais gritam...

Manuel Fernandes goelou, bradou, vociferou, clamou, berrou, esbravejou, invectivou, clamou, protestou contra uma senhora que no Expresso havia insinuado conivência bizarra de Bas Dost com os defesas do Boavista. Surpreendente é que o tenha feito depois de afirmar ter estado fora e nem sequer a notícias desportivas haver tido acesso. E para tal recorreu a notas que trazia escritas. E, insatisfeito, escabujou contra a cartilha do Janela, não conseguindo esconder a ninguém que acabara de declamar a partir de silabário emprestado.

E não há forma de o exterminar?

 

COMENTADORES (2)

 

mw-320.jpg

 

José Alberto Costa apareceu ontem no programa Play-off. Lufada de ar fresco, o ex-academista demonstrou que se pode conversar calmamente, expôr opiniões, ser inteligente. Eis o exemplo de que é possível fazer bons programas quando se convidam as pessoas certas.

AS MEIAS-FINAIS DA TAÇA DE PORTUGAL

OS CONTENDORES

 

mw-1240.jpg

 

A última eliminatória da Taça de Portugal apurou, como era esperado, Benfica e Guimarães para a final. Desconcertantes foram os resultados e os jogos da segunda-mão das meias-finais.

 

img_605x340$2017_04_04_22_15_51_1247059.jpg

 

O Chaves esteve a um passo do céu; o Estoril encheu de angústia a Luz que, provavelmente, estaria a mirar muito para além daquele jogo. É que, a acontecer, de muito penar se fará o tetra.

Do que vi e li, retive a paixão e o crer das gentes flavienses; o inconformismo vimaranense; os primeiros vestígios de qualidade do futebol do Estoril; o manancial de opções de Vitória.

 

OS JOGADORES

 

chaves_arouca_nelson_lenho_1.png

 Marega-727374.jpg

 

 

 

 

 

 

654628426.jpg andrealmeida6.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Lenho, capitão do Chaves, emana bem o espírito transmontano; Marega é o que é, para o bem e para o mal; Carlinhos ia "partindo a loiça toda"; André Almeida é mesmo jogador do Benfica?

 

OS TREINADORES

 

e948d2329ef6992d28d7ef5889c23b6d_N.jpg

 

Disseram as costumeiras banalidades, variando em função dos respectivos estados de alma. A referência vai para Ricardo Soares, só podia ser, mais a sua atitude perante a expulsão de que foi alvo:

Já o fiz pessoalmente e aproveito para pedir desculpa ao Fábio [Veríssimo] e à sua equipa. Não fui mal-educado, mas não posso protestar desta maneira. É um bom árbitro e fez uma excelente arbitragem.

A VIGÉSIMA-SÉTIMA JORNADA DO CAMPEONATO

OS GRANDES

 

img_552x364$2017_04_01_21_43_34_614424.jpg

 

Chegou finalmente o tão aguardado jogo entre Benfica e Porto. Desafio interessante, bem disputado, com resultado justo. A última meia-hora dos encarnados mereceria algo mais, contudo, compara-se aos primeiros sessenta minutos do Porto no Dragão e, lá como agora, o empate subsistiu no final. Brilharam Jonas e os guarda-redes. As duas melhores equipas portuguesas equivalem-se nos defeitos e nas virtudes, e nenhuma delas chega para competir na Europa.

Dizer que tudo ficou na mesma é uma falácia. O Benfica é a única equipa a depender de si própria para ser campeã. Minudências, dirão. Revejam o que aconteceu na época transacta, após a vitória em Alvalade, e perceberão que não é assim tão irrelevante o facto de se depender ou não dos resultados dos outros. Talvez a situação se altere na próxima semana. A ver vamos.

 

1024.jpg

 

O Sporting bateu o Arouca jogando pouco ou, mais correctamente, o que o adversário lhe exigiu. Os visitados deixaram perder a vantagem no marcador, e só nos últimos minutos empreenderam alguma reacção.

 

brand.gif

cd-tondela-logo-4A63901EE7-seeklogo.com.gif

 

 

 

 

 

 

 

transferir (1).png

estorilpraia.jpg

 

 

 

 

 

 

OS PEQUENOS

Nacional e Tondela afundam-se cada vez mais, semana após semana. O Moreirense parece ser a única bóia de salvação por perto. O Arouca amealhou enquanto Vidigal por lá se manteve. O Estoril fez cinco pontos nos últimos três jogos: um autêntico tesouro. A verdade é que não vejo diferença entre os citados e os primeiros classificados na divisão de honra.

 

 

DESPORTIVO-DE-CHAVES.jpg

images.png

                    transferir (1).jpg

 

O ELOGIO

Chaves, Rio Ave e Feirense prosseguem no seu campeonato feito de competência.

 

OS JOGADORES

 

ng8424509.JPG

Maxi Pereira

Marcou na Luz o seu primeiro golo no presente campeonato. Comemorou efusivamente o sucesso. Fez bem. Cumpriu o contrato com o Benfica de forma digna, tal como o clube o fez para com ele; e, que diabo, não é o golo a suprema alegria do futebol? Pois, se sim, então que se comemore. Maxi marcou na mais inesperada das situações, isto é, posicionado sobre a meia esquerda. Golo irregular, tirado de cartola matreira. 

O canto do cisne é sempre lindo, certo, Maxi?

 

transferir.jpg

Casillas

O homem tem um fetiche com a Luz. Está velho, porém, qual fidalgo arruinado, aperalta-se sempre que vem á Luz. Ao contrário de Buffon, entre outros, nunca foi o guarda-redes de classe que se apregoou, tal como, a nivel nacional, é o caso de Vitor Baía. Ambos beneficiaram do momento histórico de supremacia da selecção de Espanha e do F. C. Porto, respectivamente. Ontem começou nervoso: discutia, gesticulava, estava com evidente má-cara; porventura os nervos não o tenham deixado dormir. Todavia, Casillas possui um património de experiência que lhe permite alcandorar-se a grandes voos se "engatar". Foi o que aconteceu.

Apostaria em como se vai embora no final da época.

 

Pizzi.jpg

Pizzi

Não obstante tudo o que já escrevi sobre o transmontano, a verdade é que lhe falta classe para este nível de jogos. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

mw-860.jpg

transferir.jpg

Alan Ruiz e William Carvalho

Andar aos pontapés às pernas dos adversários quando a bola não está por perto, resulta de que noção de fair-play?

 

 

662663702.jpg

Rui Patrício

Voltou a sofrer um golo inaceitável, deixando que Mateus cabeceasse nas "suas barbas". É valente e forte na baliza, porém, o seu deficiente jogo de pés e a incapacidade para sair dentre os postes, impedem-no de algum dia vir a ser um grande guarda-redes. Nada que não tenha acontecido com Vitor Damas, Bento ou Baía. A excepção foi José Henrique, que, todavia, nunca teve a qualidade dos demais nos restantes aspectos.

 

OS TREINADORES

 

600 (1).jpg

 

Comecemos por Rui Vitória. Só faltou apelar à vitória moral, tal foi a quantidade de leite derramado na conferência de imprensa. Não teve o golpe de asa que lhe permitisse ganhar o jogo na última meia-hora, altura em que os seus atletas tudo fizeram por a alcançar. Trocou jogador por jogador, e, no caso de Carrilho, a cinco minutos do fim, Assim, não dá.

 

600.jpg 

 

Passemos a Nuno Espírito Santo. Viu fugirem-lhe por entre os dedos das mãos os melhores momentos da sua equipa. Não soube ganhar quando o céu estava a um passo. Sofreu a última meia-hora por culpa própria, mostrando-se bem menos competente do que os jogadores que no relvado tudo iam dando para evitar o segundo golo encarnado. Continua a afirmar que a sua equipa defende bem. Quando entenderá que ao Porto não se exige só que defenda, antes que também ataque? Como já escrevi, o meio-campo do Porto apresenta debilidades, ontem claramente expostas a olho nu. O Cónego mandou André Silva para o relvado. Alguém deu pela presença do internacional português?

 

transferir.png 

 

TELEVISÕES

A BTV demorou algumas horas a difundir a imagem do roubo. Apanhou o ladrão que julgara haver cometido o crime perfeito. A não existir manipulação da imagem, não podem restar dúvidas do agarrão da camisola e posterior aremesso ao chão, perpetrado por Maxi Pereira no opositor Samaris. O árbitro não viu nem podia ver, posto o desenrolar do lance.

 

ng8426415.JPG

 

HISTÓRIAS DO MEDIEVO

Andavam tristes os valorosos cavaleiros do Condado da Tíbia. Inspiravam tal medo nos inimigos, que ninguém, fosse ele mouro, cristão ou judeu, se atrevia a terçar armas com eles. Ainda assim, e para seu desenfado, percorriam montes e vales em heróicos -- a seu ver -- fossados pela terra de Mafoma, donde habitualmente voltavam com o saque, que não a glória.

Uma daquelas tarde em que regressavam algo embriagados do sucesso, a população do condado surpreendeu-os, pois viera esperá-los aos confins do território. Apresentavam sobrecenho carregado: é que, emmentes, haviam chegado rumores, ou talvez mais do que isso, de que os seus ilustres cavaleiros tinham posto em causa o futuro do condado. A presença ali do Rei e do Papa produzia enorme tensão, que se avolumava à medida que os nobres se aproximavam:

-- Que fostes fazer? -- perguntou o monarca.

-- Um simples fossado, como tantos outros.

Sabedor das queixas do váli mourisco que mandara entretanto mensageiro a recadar com o adicto real, insistiu o rei:

-- Um fossado?

-- Quer-se dizer: fui-lhe às fuças. Amandei-lhe uma joelhada.

-- E o pobre do váli?

-- Já não váli nada: parti-lhe a penca.

O monarca estava a ficar furioso:

-- Mas tu sabias que tínhamos um tratado de paz com a taifa Riotintense. Que até se tinham disposto a entrar em torneio de cavalaria connosco. Que esta era a oportunidade de pormos uma pedra sobre o passado...

-- O gajo provocou-me.

Dom Gorila, assim era conhecido pelos pares por mal caber na armadura devido ao excesso de adiposidade, parecia disposto a relatar tintim por tintim o que se passara. Prestes o oficial de justiça se acercou, pergaminho e pena de ganso na mão, preparado para lhe anotar o testemunho:

-- Ora então, dize lá.

A visão do funcionário real assustou Dom Gorila, que pronto reagiu:

-- Não me lembro, não me lembro... a sério, não me lembro de nada.

Quem não estava para aturar aquilo foi o rei que logo sentenciou:

-- Nem mesnadas, nem fossados, nunca mais voltas a ir connosco.

O Papa havia-se mantido de lado, a escutar. Achou dever intervir:

-- Pois eu penso que devemos actuar no sentido de darmos um exemplo a todos, de demonstrarmos que somos bárbaros, sim, mas do tipo civilizado, de...

O líder dos ínclitos cavaleiros tíbios não estava a gostar do rumo que o assunto levava, e logo ripostou em defesa de Dom Gorila:

-- Espadeirar não é para meninas. Se dúvidas houver, vejam a colecção de crânios rachados que tenho lá em casa.

Visivelmente chateado por ter sido interrompido, o Papa rematou:

-- Outros tempos símio chefe, outros tempos. Dom Gorila vai ficar preso nas masmorras do castelo.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub